Listas de blogs e sites que sigo

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O Escândalo das próteses PIP.


Pelos recentes estudos, referidas proteses pode estourar fazendo com o que o gel entre em contato com os tecidos, o que pode causar sérios danos a saúde.
Já algumas semanas que pipocam na imprensa francesa o escândalo dessas próteses de mamas, conhecidas pela nome de Poly Implant Protheses - PIP.
O alarme soou mais forte em razão da morte de uma francesa, a qual teve um tipo de câncer super agressivo. A causa da morte esta ligada ao uso dessa prótese PIP. E também a alguns casos de câncer de mama e leucemia, em mulheres que usam tais próteses. Ainda não tem nada provado que os casos de câncer estejam ligados diretamente ao uso dessas próteses.
Funcionários da fábrica  em frente a pilha de próteses que deverão ser destruídas.
Entretanto há fortes indícios, tanto que o governo francês semana passada  veio a público e determinou que as 30 mil mulheres que utilizam referidas próteses, deverão retirá-las. Até ai tudo bem, só que o governo não quer responsabilizar-se pela recolocação de novas próteses.
Protesto dos Ex-funcionários da empresa falida.
Em face disto, as vítimas das próteses PIP através de uma Associação, buscam junto ao Estado a responsabilização de tudo. E ainda  ameaçam caso não seja feita à vontade das mesmas  ingressar em juízo no sentido de que o Estado as indenizem tanto pelos danos materiais como psicológicos. 


A coisa está tão séria que mesmo a agência de Saúde francesa  - l’Afssaps, não aconselha as mães que possuem referidas próteses amamentar seus filhos. O pânico tomou conta de muitas mulheres francesas, umas teme pela saúde dos filhos, outras pela própria vida, e já houve até um caso de suídicio( veja a matéria ( http://www.parismatch.com/Actu-Match/Sante/Actu/Protheses-mammaires-La-bombe-a-retardement-360229/ ).


Jean-Claude  o responsável  - Procurado pela interpol
Falam aqui na França que o mesmo tinha como profissão  Charcutier  ou seja, um açougueiro responsável pela fabricação de presuntos, linguiças e salames.
A meu ver, está mais que clara a responsabilidade do Estado, uma vez que o mesmo foi omisso em relação a empresa (concedendo autorizações para funcionamento e não fiscalizando como deveria). 

Os dados da Associação francesa de mulheres portadoras de próteses mamaria da marca PIP.
Já que o Estado veio a público e determinou  que as 30 mil mulheres francesas retirem tais próteses, ele assumiu seu erro,  portanto deve arcar também com  as responsabilidades.

Uma coisa é certa, seja aqui, seja ali ou acolá, a bomba vai acabar estourando nas mãos do Estado, o qual tinha por obrigação fiscalizar esses produtos com mais rigor e não o fez.


Eu acho que o governo francês, mesmo sabendo que vai ter que arcar com esses prejuízos agiu correto, mesmo que tardiamente. Mais como diz o ditado, antes tarde do que nunca.

Protése retirada  03 anos depois - parcialmente destruída.
E não tenho dúvidas, de que as mulheres francesas conseguirão tanto  a retirada, como  a recolocação de outras próteses. Agora minha dúvida fica em relação as mulheres que possuem tais próteses PIP e que moram em outros países? 


Lendo a  entrevista do advogado do Sr. Jean-Claude, representante legal da empresa PIP, o mesmo afirma que seu cliente nunca foi açougueiro e ainda fala que o mesmo utilizava material precário (silicone industrial ao invés de silicone medicinal) em razão da pressão feita por cirurgiões e clinicas, no sentido de baratear tais procedimentos, e também em virtude da concorrência asiática. Agora  todos estão se perguntando, quem controla essas próteses asiáticas? 


Muitas mulheres estão apavoradas, pois nem sequer sabem quais tipos de próteses possuem em seus corpos. 


Existem ainda a possibilidade de algumas portarem as próteses que não foram adulteradas, porém pelo que esta sendo exposto, fica quase impossível saber quais lotes foram adulterados e quais não foram.


Todos os países tem que fazer uma fiscalização séria em relação as outras marcas de próteses. Quem garante que as outras não fazem o mesmo ou pior?


Depois desses problemas, muitos países já cogitam criar um registro nacional referente a todos os tipos de próteses. Alguns países como Suécia, Alemanha, Finlândia, Dinamarca..  já dispõem desses registros.(http://www.santelog.com/modules/connaissances/actualite-sante-implants-mammaires-et-tracabilite-faut-il-aller-vers-un-registre-national-_7112_lirelasuite.htm#lirelasuite).


Vejam o que vem sendo comentado:


Pronunciamento do advogado sobre seu cliente (http://www.parismatch.com/Actu-Match/Sante/Actu/Implants-mammaires-defectueux.-Le-fondateur-de-PIP-n-etait-pas-un-charcutier-367541/).
O Jornal L'express traz hoje uma matéria intitulada " Quem é Jean-claude" e outras matérias sobre este caso - http://www.lexpress.fr/actualite/sciences/sante/le-scandale-des-protheses-pip_1065014.html
Jornal Le Figaro http://www.lefigaro.fr/flash-actu/2011/12/27/97001-20111227FILWWW00355-pip-nie-la-toxicite-des-protheses.php.

O Jornal Le Point.fr - Fala sobre o início de uma grande maratona judiciária - Mais de 2.000 mil queixas-crime foram apresentadas -http://www.lepoint.fr/societe/protheses-pip-le-debut-d-un-marathon-judiciaire-26-12-2011-1412625_23.php


Agência Nacional de Saúde Francesa  - Diversos comunicados sobre o caso -http://www.afssaps.fr/content/search?SearchText=pip&ok=Valider

Vídeo - Onde a presidente da Associação e um médico especialista fala sobre o caso. http://videos.elle.fr/?video=iLyROoafr2Qy

Blog das francesas  portadoras de próteses PIP - http://porteuses-de-protheses-mammaires-pip.over-blog.com/

4 comentários:

ronaldo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ronaldo disse...

Fiz cirurgia de implante da PIP em 2007. Em 2009 surgiu um nódulo axilar. Em 2010 retirei as próteses que apresentavam rupturas contatadas após exames de imagens. Após ressonância recente, foi contatado que continuo c/ impregnação do gel e alguns linfonodos.
Estou processando a Importadora, mas a ANVISA deve ser investigada, pois esse órgão foi o grande parceiro desse fabricante ASSASSINO fraNcês (PIP)e importadora EMI.
TRIO CRIMINOSO!!!

Camila N. disse...

Oi Ronaldo, tudo bem? gostaria de saber mais sobre sua experiência, aqui já contada em comentário. Sou jornalista. Você me concederia uma entrevista? Meu e-mail: cnribeiro@sp.r7.com.

ronaldo disse...

Camila, sou a Denise esposa do Ronaldo. Ele estava logado e fiz comentário. Quero muito poder colaborar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...